top of page

CHAMADO ao lugar secreto.

Durante as frias e solitárias horas da madrugada, ao longo do dia ou cedo pela manhã após ministrar cura e salvação com compaixão à uma multidão, Ele se retirava. Lemos essa frase como um refrão que se repete ao longo da jornada de Jesus na terra. Ele se retirava para orar no deserto, na montanha ou onde pudesse estar a sós com Seu Abba. Sua resposta a discípulos sedentos e curiosos com Sua disciplina de oração não foi uma lista de exigências e protocolos a cumprir, ao contrário, Ele deixou uma poesia com indicações preciosas a dizer, mas Ele menciona apenas uma coisa a fazer.



O Espírito Santo inspirou grandes autores e místicos ao longo da história sabendo que hoje, nossa geração agitada, ansiosa e viciada em entretenimento precisaria aprender sobre administração do tempo, prioridades da vida cristã, essencialidade da oração e busca a Deus como um fim em si mesmo para conseguir silenciar a alma e a mente para mergulhar nas águas profundas do relacionamento com Deus. Mas a “Apostila de Oração dos 12” não inicia com um super texto motivacional do Mestre sobre os benefícios de uma vida de oração, Ele apenas diz: quando orares, e segue com o um único passo prático - entre no seu quarto e feche a porta.

Quarto na montanha? Porta no deserto? Qual seria o sentido desse conselho vindo do Homem escolhia esses lugares quando se retirava para orar, senão o de que secreto é o lugar onde encontramos um Deus que está em secreto.


SE·CRE·TO | Latim secretus: que não é conhecido; que não é visível ou facilmente acessível; encoberto; oculto; escondido.


Jesus compartilha um segredo precioso sobre um Pai amoroso que está brincando de pique-esconde. O Deus que é infinito em glória, majestade e beleza se esconde esperando por filhos ansiosos em experimentar gotas da Sua bondade.


Jesus nos convida à uma vida de oração no lugar secreto, onde desenvolvemos um relacionamento íntimo e contínuo com um Deus que colocou o vazio da eternidade dentro de nós para que nada fora da nossa comunhão com Ele fosse capaz de competir com Seu amor. Buscamos um Deus que nunca será plenamente conhecido, mas que promete recompensar aqueles que anseiam conhecê-lo. E essa recompensa é o próprio desvendar dos mistérios maravilhosamente assombrosos de Sua majestosa presença. Oração no lugar secreto é um segredo precioso para aqueles que sentem o interior queimando e impulsionando a perseverar em uma vida incessante.


Encontre um lugar, aquiete sua alma e cale as vozes da sua mente para um improvável, mas (em Cristo), possível encontro com o Deus invisível que é mais real do que qualquer sensação que seus sentidos possam capturar. Aceitar o convite de Jesus para um relacionamento com o Pai por meio da oração é entregar-se ao desconhecido em fé de que Ele virá ao seu encontro e revelará aos poucos o Seu coração iniciando um movimento no seu interior onde afeições e devoção crescem e você O ama porque Ele te amou primeiro. E assim, envolvidos e cativados por Suas afeições, também somos envolvidos por Seus pensamentos, Sua vontade, propósitos, e quando menos esperamos mergulhamos nas águas da intercessão.


Essas são as duas consequências de uma vida de oração: devoção que vem após termos nossos afetos cativados por Deus e intercessão que é a resposta natural de um coração que deseja ver a vontade do Pai se cumprindo na terra. Nosso amor cresce e também a comunhão com o Espírito Santo e à medida que O conhecemos nos tornamos mais parecidos com Jesus e consequentemente desenvolvemos uma amizade onde o Senhor partilha Seus anseios e vontades.


Muitos homens e mulheres ao longo da história nos deixaram exemplos de uma vida de oração devocional e intercessória. O testemunho de suas vidas enche nosso coração de esperança e inspiração.



Madame Guyon (1648 – 1717)


Foi uma escritora francesa que, após uma infância marcada por doenças e passagens pelo convento, casou-se muito nova e experimentou em 15 anos o sofrimento da perda de filhos, marido e pessoas próximas. Dedicando-se à vida interior, aprendeu a viver uma vida de oração baseada na fé e não em sentimentos, entendendo que Deus havia escolhido o sofrimento como forma de abençoá-la. Foi presa e perseguida por sua devoção e convicções, mas as circunstâncias não foram capazes de afastá-la do lugar de oração devocional e de ensinar como cultivar relacionamento com Deus através da meditação:


'' Leia uma pequena parte da passagem que você abriu. Tenha cuidado ao ler.

Internalize suavemente e cuidadosamente o que você está lendo... Depois deter sentido algo da passagem e depois de saber que a essência dessa porção foi extraída e todo o sentido mais profundo dela se foi, então, muito lentamente, suavemente, e de forma calma começam a lera próxima parte da passagem... você deve se tornar como a abelha que penetra nas profundezas da flor. Você mergulha profundamente para remover seu néctar mais profundo. Este processo pode envolver silêncio, mas também pode ser auxiliado por falar silenciosamente as palavras, parafraseá-las, orando-as de volta ao Senhor, cantando, andando e orando no Espírito. Mais uma vez notamos que não é a expressão externa,

mas a postura interior da alma que define meditação. Ao chegar ao Senhor desta

maneira, estamos procurando receber sua palavra e permitir que ela afunde

nas profundezas do nosso ser.''


Uma mulher presa em uma masmorra 10 metros abaixo do nível do chão encontrou um lugar de plena satisfação em Deus apesar das circunstâncias e escreveu:

''Sou um passarinho, sem campos, sem ar

Na minha gaiola sento-me a cantar

Para Quem aqui me aprisionou

Bem satisfeito prisioneiro sou

E assim, meu Deus, quero Te agradar''

Uma vida de oração devocional é movida por um desejo de conhecer o Senhor profundamente através de Sua palavra e termos nosso caráter e emoções transformados pela revelação de quem Ele é até que a Sua presença se torne um fim em si mesmo e nosso coração encontre a satisfação de viver para amá-Lo.

Oração devocional é um relacionamento que anseia conhecer quem Deus é. Já a oração intercessória concorda com o que Ele pode fazer e se posiciona para atuar entre dois partidos e reconciliar aqueles que divergem. Intercessão é o ato de advogar uma causa. Na cruz, Cristo fez intercessão por nós, Ele se colocou como nosso advogado de defesa, se colocando entre Deus o Pai e a humanidade caída e através da Sua morte, nos reconciliou com Deus.



Frank Bartleman (1871 – 1936)

Foi um evangelista que, ao ouvir notícias do avivamento que estava ocorrendo em Gales, iniciou um movimento de oração e de divulgação de literaturas sobre o mover de Deus. Tomado por uma intercessão, ele liderou reuniões de oração clamando por um avivamento em sua nação, assim como aquele que Deus concedeu ao povo no país de Gales. Essas reuniões começaram a atear fogo em Los Angeles momentos antes do avivamento na Rua Azusa que teve sua história pela intercessão de Frank Bartleman. Seu coração foi tão consumido que ele relata momentos em que o peso de oração era tão intenso que ele gritava como uma mulher em trabalho de parto. Eis alunos dos seus relatos:

“Nós sabíamos agora que nós éramos trabalhadores com Ele, associados com Seu sofrimento, no ministério de ‘alma que gera’. A real alma que gera é definida no espírito da mesma forma que o homem natural tem dores de parto... Nenhuma alma realmente nasce sem isto. Todos os reavivamentos de salvação vêm desta maneira.”

“Neste tempo o espírito de intercessão tinha tomado posse de mim de uma tal maneira que eu orava quase que dia e noite. Eu jejuei tanto, que minha esposa se afligiu por minha vida algumas vezes. As dores e pesares do meu Senhor tinham se agarrado a mim. Eu estava no Getsêmani com Ele. O “penoso trabalho de sua alma” tinha caído numa medida sobre mim. Em alguns momentos eu temi não viver para perceber as respostas de

minhas orações e lágrimas por reavivamento. Mas, Ele me assegurou, enviando

mais de um anjo para me fortalecer.”



Suba para uma montanha no seu quarto, feche a porta no deserto da solitude e não tenha medo de se lançar ao desconhecido. Você vai encontrar a bondade de um Pai que deseja satisfazer os desejos do seu coração com a plenitude de uma vida aos pés do Amor. Casa de Oração Incessante

153 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page